Consumo de etanol hidratado cai 19% no 1º semestre de 2017

Consumo de etanol hidratado cai 19% no 1º semestre de 2017

- in NOTÍCIAS
26
Comentários desativados em Consumo de etanol hidratado cai 19% no 1º semestre de 2017

Embora a demanda total por combustíveis tenha apresentado crescimento de 2,06%, o consumo de etanol hidratado diminuiu na comparação com os primeiros seis meses de 2016

De acordo com os números da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o consumo de gasolina e etanol (convertido em gasolina equivalente) atingiu um volume de 4,497 bilhões de litros, quantidade 5,48% maior do que os 4,263 bilhões de litros comercializados no mesmo mês do ano passado.

Na comparação mês a mês, o consumo do ciclo Otto (menos GNV) registrou leve queda, no entanto. Em relação a maio, quando foram consumidor 4,520 bilhões de litros os volumes recuaram 0,5%.

No acumulado do ano, a demanda por combustíveis foi 2,06% maior do que a registrada no mesmo intervalo de 2016. Até junho do atual ano foram consumidos 26,536 bilhões de litros de combustíveis do Ciclo Otto no Brasil. No mesmo período do ano passado foram vendidos 26 bilhões de litros de combustíveis.

Consumo de etanol cai

A demanda por etanol hidratado em junho foi menor na comparação com o mesmo mês do ano passado. Durante junho de 2017, foram consumidos 1,040 bilhão de litros do renovável de cana-de-açúcar. O volume é 17,59% menor do que o registrado em junho do ano passado. Em relação ao mês anterior, também houve queda no consumo, de um pouco mais de 0,19%.

No acumulado de 2017, a quantidade de etanol consumida até junho já é 19% menor do que o total demandado no mesmo período de 2016. O consumo do biocombustível foi de 5,831 bilhões de litros, frente a um total de 7,226 bilhões de litros no primeiro semestre do ano anterior.

Consumo de gasolina cresce

Em junho, o consumo do combustível fóssil apresentou crescimento na comparação com igual mês de 2016. Com um total consumido de 3,762 bilhões de litros em junho, o volume representou um crescimento de mais de 11% em relação a junho do ano passado. Em junho de 2016, foram utilizados 3,371 bilhões de litros de gasolina.

Já em relação a maio, quando foram consumidos 3,784 bilhões de litros do combustível fóssil, o consumo de junho significou um recuo de 0,58%.

No acumulado do ano, por sua vez, o consumo de janeiro a junho de 2017 foi de 22,412 bilhões de litros – volume 7,29% maior do que o consumido em igual semestre de 2016.

Índice de preferência por etanol em recuperação

Com maior recuo do consumo da gasolina de maio para junho, houve um novo aumento da participação do etanol hidratado na preferência do consumidor em relação à gasolina. No índice nacional, a preferência do consumidor foi de 16,35% em junho, frente a 16,30% em maio.

Ainda assim, o índice segue abaixo do registrado nos anos anteriores. Em junho de 2016, a participação do etanol era de 20,93%. Já em junho de 2015, ela chegou a 23,96%.

Em São Paulo e no Mato Grosso, onde os avanços da competitividade dos preços do etanol hidratado nas bombas de combustíveis já fazem com que seja mais vantajoso consumir o renovável do que gasolina, a preferência chegou a 33,31% e 16,35% respectivamente.

Fonte: novacana